SK8 na Veia

Porque skate é fundamental

Dez dias sem skate

Já tem alguns dias que saí de Brasilia em férias, e nem pensei em trazer o skate. Afinal estou numa praia e o que quero aqui é só olhar pro mar, de vez em quando dar um mergulho e pegar uma onda de peito, tomar muita cerveja e descansar.

O lugar onde estou tem uma coisa que eu gostaria muito de experimentar, mas que no final acabei nem tentando: kite surf!

Aqui venta o tempo inteiro, e sempre muito forte, o que acaba criando condições excelentes para o kite. Cheguei a ir à praia onde tem aulas de kite, e perguntei ao professor qual o custo e como funcionam as aulas.

Não iria dar muito certo :-(

São no mínimo duas aulas para poder colocar a prancha nos pés, isso tendo em vista que, por andar de sk8, eu tenho alguma base. Mas é muito diferente, e tem que ter um conhecimento de ventos e como controlar a kite para não ser levado para onde não se quer ir.

Como cada aula é de uma hora, e é bom ter um intervalo entre as aulas para sr absorver bem o que foi aprendido, é preciso ter pelo menos uns três dias disponíveis para conseguir um rolé de responsa com o kite. Ou seja, acabei deixando pra lá.

Outra coisa que vi por aqui, bem do lado do hotel onde ficamos foi isso:



Não vi ninguém usando esse pico, hora nenhuma, e como não estava com meu carrinho não tive como experimentar. Deu vontade, mas o máximo que consegui foi subir na pista para ver como é. Quem sabe de uma próxima vez?