Rolé nosso de cada dia

Tenho o prazer de conseguir dar meu rolé de sk8 praticamente todos os dias. De vez em quando não dá pra ir a algum lugar onde posso tirar o carrinho do porta-malas do carro, mas isso é raro.

Foi mais ou menos isso que aconteceu semana passada. Consegui andar de skate só na segunda-feira, e com isso fiquei na maior fissura no fim de semana.

Consegui matar a fissura no farofun dos LongBrothers de domingo, mas mesmo assim comecei a semana já pensando em não repetir a semana anterior. E comecei bem!

Na segunda-feira saí do trabalho e fui com tudo pro Parque da Cidade. Não consegui chegar tão cedo quanto gostaria, mas o tempo até parece que foi bem marcado. Dei uma volta no parque, e fui até onde normalmente vou antes de voltar para o pico preferido, que é a ponte em arco, que tem uma descida gostosa. Quando estava chegando na ponte, vi que tinha uma pessoa com um skate em cima da ponte, mas não deu para saber quem era, ainda mais que essa pessoa desceu a ponte para o outro lado. Como ele desceu na manha, bem devagar, eu logo cheguei perto e vi quem era: o Dudão, que depois de muito tempo resolveu voltar aos rolés de final de tarde no parque.

Levamos aquele papo legal, ao mesmo tempo em que demos mais uma volta no parque, e voltamos para a ponte. Lá chegando sentamos e ficamos batendo um papo muito legal, cada um lembrando de coisas bacanas ocorridas há muito ou pouco tempo, quase sempre ligadas ao skate ou ao surf. Esse papo fez com que o rolé ganhasse uma nota bem alta, dando uma qualidade geral alta para o final de tarde. Saí do parque com gosto de quero mais!

Na terça-feira, fiquei meio que chateado na hora que saí de casa para ir para o trabalho: a bermuda tinha ficado em casa, ou seja, dependendo da hora que conseguisse sair do trabalho não iria ter tempo para um rolé legal. Mas tudo acabou bem, já que tive que fazer uma coisa externa que acabou antes do que achava que iria acabar, então foi possível passar em casa para trocar de roupa e ir de novo para o Parque da Cidade (é mesmo o rolé preferido durante a semana - perto de casa e do trabalho, com um piso bom para uma velocidade agradável, e uma pista legal para um rolé de qualidade).

Pouco depois que cheguei, também depois de uma volta, encontrei com o David. Parece que os LongBrothers estão voltando para a ação, coisa que já estava demorando para acontecer.

De novo, um rolé regado a papo agradável, fazendo com que o final de tarde tivesse de novo o gosto de quero mais.

Daqui a algum tempo vou sair do trabalho, e hoje tenho certeza que vai ser possível novamente ir para o parque. Mais um dia com um gosto de quero mais na boca!